Zpět na portál Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (výběr)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Tento dokument není k dispozici ve vašem jazyce a je vám nabízen v jiném, který lze zvolit na liště jazyků.

 Seznam 
 Úplné znění 
Debates
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2013 - Estrasburgo Edição revista

Resiliência e redução dos riscos de catástrofe nos países em desenvolvimento (A7-0375/2013 - Gay Mitchell)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. O relatório considera que a redução de risco de catástrofes é um elemento fundamental para a consecução da resiliência. A análise e gestão de risco, a fim de reduzir a vulnerabilidade a catástrofes; a preparação, a prevenção e a atenuação, tanto a nível local, como a internacional, são indiscutivelmente importantes. O relatório apela à integração de medidas de resiliência tanto na vertente humanitária como na vertente de desenvolvimento de programação, num quadro pós- 2015. As catástrofes são iníquas. Afetam quase sempre quem menos têm, sejam países ou pessoas. Este deve ser, por conseguinte, um domínio importante da cooperação para o desenvolvimento. Os países mais propensos a catástrofes devem ser o agente principal na definição das suas prioridades e estratégias. Neste aspeto concordamos com o relator. O relatório reconhece que a insegurança alimentar e nutricional crónica é uma das mais importantes causas de vulnerabilidade às crises alimentares. Reconhece, não sem falhas, algumas das suas causas. Neste sentido, o relator considera que o Plano de Ação da UE relativo à resiliência deverá resolver as questões relacionadas com a segurança alimentar e a resistência às mudanças climáticas, eliminando práticas não sustentáveis, como dumping de produtos agrícolas e regras comerciais desleais. Em termos genéricos, parece-nos correto.

 
Právní upozornění - Ochrana soukromí