Terug naar het Europarl-portaal

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (huidige pagina)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Dit document is niet beschikbaar in uw taal, en wordt u aangeboden in een van de andere beschikbare talen in de talenbalk.

 Index 
 Volledige tekst 
Debates
Terça-feira, 14 de Janeiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Plano de ação para a saúde em linha, 2012-2020 (A7-0443/2013 - Pilar Ayuso)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. Os cuidados de saúde em linha podem ter um impacto positivo, tanto na vida dos pacientes como na eficiência dos sistemas de saúde. No entanto, é importante que alguns pontos essenciais no que aos cuidados de saúde diz respeito sejam salvaguardados. Os cuidados de saúde prestados via internet ou linha telefónica não devem ser um substituto dos cuidados pessoais, imprescindíveis, mas sim um complemento, além de uma ferramenta para superar dificuldades geográficas momentâneas. O desenvolvimento dos sistemas de saúde em linha não deve criar barreiras adicionais a pacientes sem conhecimentos nas tecnologias de informação. As trocas de dados e informações dos pacientes, que devem ser confidenciais e devidamente protegidos, têm que ser salvaguardadas, e a distância física entre médico e paciente não pode significar, nem justificar, ausência de responsabilidade ou falhas nos cuidados de saúde prestados. O Relatório apresentado acolhe, no essencial, essas preocupações. Temos todavia reservas quanto às referências à gestão privada destas linhas e à vantagem económica que as linhas apresentam. Falta clareza na recusa do desvio de investimento nos meios de cuidado e prestação de serviços de saúde, como hospitais e meios técnicos, nas zonas menos desenvolvidas.

 
Juridische mededeling - Privacybeleid