Návrat na portál Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (vybraté)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Tento dokument nie je prístupný vo vašom jazyku. Ponúkame vám ho v inom jazyku, ktorý si môžete zvoliť na lište jazykov.

 Zoznam 
 Úplné znenie 
Debates
Quarta-feira, 5 de Fevereiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

O Tratado sobre o Comércio de Armas (B7-0075/2014)
MPphoto
 
 

  Maria do Céu Patrão Neves (PPE), por escrito. - Votei favoravelmente a presente resolução em que o Parlamento Europeu se congratula com a conclusão, sob a égide das Nações Unidas, após sete anos de negociações morosas, de um Tratado sobre o Comércio de Armas juridicamente vinculativo, tendo por objeto o comércio internacional de armas convencionais e em que se recorda que este Tratado tem por objetivo estabelecer normas de regulação internacionais comuns, com um nível de exigência tão elevado quanto possível, para o comércio internacional de armas convencionais e impedir e erradicar o comércio ilícito de armas convencionais, com o propósito de contribuir para a paz, a segurança e a estabilidade a nível internacional e regional e para a redução do sofrimento humano. De facto, a aplicação eficaz do Tratado poderá contribuir significativamente para um maior respeito pelos direitos humanos e pelo direito humanitário internacional em todo o mundo pelo que saúdo o contributo considerável das organizações da sociedade civil durante todo o processo que culminou com a adoção do Tratado sobre o Comércio de Armas.

 
Právne upozornenie - Politika ochrany súkromia