Grįžti į portalą Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (atrinkta)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Šio dokumento jūsų kalba nėra. Prašome pasirinkti kitą kalbą kalbų parinkties juostoje.

 Rodyklė 
 Visas tekstas 
Debates
Quinta-feira, 6 de Fevereiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Relatório de progresso 2013 relativo ao Montenegro (B7-0072/2014)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. - Depois de terem dividido, agredido e aberto feridas entre os povos da antiga Jugoslávia, as grandes potências da UE e da NATO pretendem impor o seu domínio económico, explorar os seus povos e os seus recursos naturais. Apesar das evidências demonstrarem que a UE não é um projeto de progresso, particularmente para países com economias mais frágeis como a do Montenegro, a adesão à UE continua a ser um objetivo a atingir, a qualquer custo, para o grande capital deste país e da UE, particularmente das grandes potências. A maioria do PE defende neste relatório, como condição para a adesão, a alteração da sua legislação laboral, da lei eleitoral, o fim dos mecanismos soberanos de proteção da economia e da atividade produtiva, destruindo PME e os pequenos e médios agricultores, a realização de privatizações, entre outras medidas neoliberais que são contrárias aos interesses dos montenegrinos. Nesta proposta, congratula-se o compromisso do Montenegro em aderir à NATO e a contribuição para as suas missões, como mais um passo positivo para a adesão à UE, demonstrando, uma vez mais, a ligação entre o alargamento da UE e da NATO, com a primeira a ser o pilar europeu da segunda.

 
Teisinė informacija - Privatumo politika