Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Index 
 Texto integral 
Debates
Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Corpo Europeu de Voluntários para a Ajuda Humanitária (A7-0158/2013 - Michèle Striffler)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. - O regulamento hoje votado visa estabelecer um Corpo Voluntário Europeu para a Ajuda Humanitária para apoiar e complementar a ajuda humanitária em países terceiros. Pretende-se criar uma base de dados de Voluntários para a Ajuda da UE, que serão previamente selecionados e formados e que, em parceria com organizações humanitárias, nacionais e internacionais, serão destacados para a ajuda humanitária em situações de crise. O voluntariado é uma expressão do apoio e da participação ativa na sociedade e promove os valores da solidariedade e da entreajuda, contribuindo para a integração social e a dissipação de sentimentos de discriminação. Contudo, distanciamo-nos de uma certa visão instrumental do voluntariado, que procura através dele expressar valores e sentimentos que estão muito longe de estar presentes na ação geral da União Europeia e particularmente nas suas políticas setoriais, algumas delas com efeitos consabidamente perniciosos nos países em desenvolvimento. A versão final deste relatório acabou por ser melhorada relativamente quer à sua versão inicial quer à proposta da Comissão.

 
Aviso legal - Política de privacidade