Uz Europarl portālu

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (izvēlēts)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Šis dokuments nav pieejams Jūsu valodā, tas Jums tiek piedāvāts valodās, kuras pieejamas valodu izvēlnē.

 Indekss 
 Pilns teksts 
Debates
Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Acordo de Diálogo Político e Cooperação CE-Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá, com exceção do artigo 49.º, n.º 3 (A7-0463/2013 - José Ignacio Salafranca Sánchez-Neyra)
MPphoto
 
 

  Maria do Céu Patrão Neves (PPE), por escrito. - O Acordo de Diálogo Político e Cooperação foi concebido para reforçar a cooperação previamente existente, definida pelo Acordo-Quadro de Cooperação entre a União Europeia e a América Central, de 1993. Na sequência da entrada em vigor do Tratado de Lisboa e da conclusão do processo de ratificação pelos Estados-Membros, em dezembro de 2011, a Comissão apresentou, em 2012, uma nova proposta de decisão do Conselho sobre a celebração do Acordo de Diálogo Político e Cooperação, o que obriga à presente aprovação por parte do Parlamento Europeu. Por estar de acordo com este acordo, que obriga as partes a trabalhar rumo a um acordo de associação mais ambicioso, votei favoravelmente o presente relatório.

 
Juridisks paziņojums - Privātuma politika