Zpět na portál Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (výběr)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
Tento dokument není k dispozici ve vašem jazyce a je vám nabízen v jiném, který lze zvolit na liště jazyků.

 Seznam 
 Úplné znění 
Debates
Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Exploração sexual e prostituição e o seu impacto na igualdade dos géneros (A7-0071/2014 - Mary Honeyball)
MPphoto
 
 

  Maria do Céu Patrão Neves (PPE), por escrito. - A prostituição é uma realidade ancestral na história da Humanidade que, indubitavelmente, contribuiu para a exploração sexual e diminui frequentemente a dignidade das mulheres (ainda que haja cada vez mais prostituição masculina, existindo também prostituição feminina à margem de necessidades económicas elementares). A prostituição exige uma abordagem sob diferentes perspetivas e em vários domínios, devendo ser considerada envolvendo todos os protagonistas. Daí a sua complexidade e o sucessivo fracasso de muitas medidas que visaram a sua diminuição. Neste contexto considero que a abordagem restrita e simplista, a partir da criminalização do cliente, se torna francamente equívoca. Por isso me abstive na votação do presente relatório.

 
Právní upozornění - Ochrana soukromí