Go back to the Europarl portal

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (Selected)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
This document is not available in your language. Please choose another language version from the language bar.

 Index 
 Full text 
Debates
Quarta-feira, 16 de Abril de 2014 - Estrasburgo Edição revista

Redução do consumo de sacos de plástico leves (A7-0174/2014 - Margrete Auken)
MPphoto
 
 

  João Ferreira (GUE/NGL), por escrito. - A necessidade de diminuir a utilização de sacos plásticos – excessiva e resultante de erradas opções económicas – é uma evidência. Para tal podem contribuir campanhas de sensibilização e de consciencialização ambiental, o incentivo à mudança de embalagem ou de meio de transporte de mercadorias comercializadas pelos vários setores e o apelo aos Estados-Membros para a promoção do uso de alternativas. Mais: nada impede que seja posto um ponto final na distribuição, paga ou não, dos sacos de plástico, substituindo-a pela disponibilização de sacos ou alcofas não descartáveis. Este relatório defende a aplicação do princípio do poluidor-pagador, aqui entendido como a reserva do direito de poluir a quem o pode pagar – visão que não acompanhamos. A poluição não passa a ser menos lesiva se alguém pagar mais ou menos. Importa prosseguir a investigação e desenvolvimento de soluções que evitem os danos associados aos sacos plásticos, substituindo-os nas suas diversas utilizações. Importa, entretanto, responsabilizar os Estados pela política e pela gestão de resíduos, pela imposição de normas de funcionamento às empresas que tenham como objetivo a melhoria do nível de vida e da qualidade ambiental, em vez da habitual cedência ao objetivo do lucro.

 
Legal notice - Privacy policy