Indiċi 
 Preċedenti 
 Li jmiss 
 Test sħiħ 
Proċedura : 2016/2998(RSP)
Ċiklu ta' ħajja waqt sessjoni
Ċikli relatati mad-dokumenti :

Testi mressqa :

RC-B8-0345/2017

Dibattiti :

Votazzjonijiet :

PV 18/05/2017 - 11.10
Spjegazzjoni tal-votazzjoni

Testi adottati :

P8_TA(2017)0226

Dibattiti
Il-Ħamis, 18 ta' Mejju 2017 - Strasburgu Edizzjoni riveduta

12.6. Is-sitwazzjoni fix-Xatt tal-Punent, inklużi l-insedjamenti (RC-B8-0345/2017, B8-0345/2017, B8-0346/2017, B8-0347/2017, B8-0348/2017, B8-0352/2017, B8-0354/2017)
Vidjow tat-taħditiet
 

Mündliche Erklärungen zur Abstimmung

 
  
MPphoto
 

  Ana Gomes (S&D). – Senhora Presidente, afinal esta resolução, apesar de pontos positivos, representa um retrocesso relativamente a posições tomadas anteriormente pelo Parlamento Europeu em apoio da solução dos dois Estados.

Preocupa-me que coloque em igualdade ocupante e ocupado, não ferindo, sequer, a ocupação e falhando em pedir aos Estados-Membros que cumpram estritamente o princípio de diferenciação, a resolução 2334 do Conselho de Segurança; que não condene a lei da nacionalidade, racista, que Israel acaba de adotar, tornando os árabes israelitas cidadãos de segunda classe; que a menção ao acordo comercial UE-Israel seja ambígua, não esclarecendo que é preciso garantir que produtos produzidos na Palestina, ou que têm por base a exploração ilegal de recursos palestinianos, não podem ser comercializados na Europa sob rótulo israelita; que façam um ataque enviesado, na linha do Governo da extrema-direita israelita, à iniciativa francesa que o Parlamento Europeu apoiou, tal como a Comissão, a Alta Representante e o Conselho; que condene apenas atos de violência e ataques terroristas contra israelitas. Então e contra palestinianos?

Em suma, esta resolução falha em enviar uma mensagem consistente ao Governo de Israel e às autoridades palestinianas de determinação europeia no apoio à solução dos dois Estados e a uma solução de paz, justa e duradoura para os dois povos em conflito.

 
Avviż legali - Politika tal-privatezza