Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Index 
 Texto integral 
Debates
Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019 - Estrasburgo Edição revista

Apresentação, pela Presidente eleita da Comissão, do colégio dos membros da Comissão e do respetivo programa (debate)
MPphoto
 

  Paulo Rangel (PPE). – Senhora Presidente, Senhora Presidente indigitada da Comissão, em primeiro lugar deixe-me cumprimentá-la pelo discurso que fez, pelo programa que fez, pela equipa que constituiu, e deixe-me também cumprimentá-la pela capacidade de inspiração que tem dado a tantos e tantos europeus, e em particular a nós que estamos aqui nesta Casa. E por isso eu posso dizer, ao contrário da minha colega neerlandesa, que conta com o meu voto, mas conta, desde já, com o meu entusiasmo.

Queria chamar a atenção para o seguinte: não podemos aceitar um orçamento que seja um orçamento menor que o anterior, e, em particular, temos que olhar para as políticas de coesão, porque há hoje uma ameaça à coesão, e sem coesão não haverá unidade europeia.

Eu chamo, por exemplo, a atenção para o risco que existe agora de, para se fazer algo que é fundamental – que é o fundo de transição justa –, desviarmos 5 mil milhões de euros da coesão para este fundo. Ora novas prioridades implicam novos financiamentos. A política de coesão não deve ser afetada.

Finalmente, deixe-me dar uma palavra sobre a Conferência do Futuro da Europa. Peço que se comprometa a sério com este desígnio, que sejamos capazes de envolver os cidadãos e que a Comissão não faça, como alguns colegas já fizeram hoje aqui, esta manobra de ter as conclusões tiradas antes mesmo de ouvir os cidadãos e de os envolver nessa mesma Conferência. Eu considero que será um passo fundamental para esta Comissão, mas também para todas as instituições, que nós tenhamos uma Conferência do Futuro da Europa com grande sucesso.

 
Última actualização: 7 de Fevereiro de 2020Dados pessoais - Política de privacidade