Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Index 
 Texto integral 
Debates
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020 - Bruxelas Edição provisória

Conclusões da reunião do Conselho Europeu, de 15 e 16 de outubro de 2020, em especial quanto às negociações sobre as futuras relações com o Reino Unido (debate)
MPphoto
 

  Carlos Zorrinho (S&D). – Senhor Presidente, mais do que nunca os cidadãos europeus estão atentos às respostas políticas daqueles que elegeram para os representar. Querem mais medidas concretas e menos proclamações.

Saúdo, por isso, os progressos feitos na coordenação da resposta europeia à pandemia, a partilha dos dados científicos, a interligação de aplicações de rastreio e estratégias de despistagem, a consolidação de comportamentos comuns no que diz respeito à quarentena, a redução ao essencial das restrições à liberdade de circulação.

São decisões que salvam vidas e são úteis para a comunidade. Devem inspirar outros dossiês que o Conselho tem que resolver, continuando a manter uma atitude firme e defensora dos direitos dos cidadãos europeus nas relações com o Reino Unido. Preparando, em articulação com o Parlamento e a Comissão Europeia, uma rápida disponibilização dos recursos para a recuperação e a resiliência e a transformação económica e social da União. Aprovando um mecanismo de Estado de direito robusto e viável, e fazendo das relações com África um exemplo de parceria entre iguais, de partilha de conhecimento, de recursos, de prioridades, com o forte envolvimento da sociedade civil.

E, Senhor Presidente do Conselho, com respeito pela dimensão institucional, da qual os parlamentos e as Assembleias Parlamentares Paritárias são parte inalienável.

Os cidadãos escutam, querem soluções. Sejamos capazes de as concretizar.

 
Última actualização: 3 de Novembro de 2020Aviso legal - Política de privacidade