Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (seleccionado)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Index 
 Texto integral 
Debates
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020 - Bruxelas Edição provisória

Estado da União da Energia (debate)
MPphoto
 

  Carlos Zorrinho (S&D). – Senhor Presidente, estamos hoje a debater o estado da energia em circunstâncias muito diferentes daquelas em que o fizemos nos anos anteriores e, nestas circunstâncias, temos que colocar todas as políticas e ferramentas ao serviço da recuperação e da resiliência. A boa governação da União da Energia tem que ter em conta esta nova ambição de liderança verde.

Tendo integrado a equipa de negociação do regulamento da governação da energia é com satisfação que verifico a avaliação positiva feita pela Comissão Europeia do conteúdo dos planos nacionais de energia e clima.

As metas definidas para 2030 continuam ao nosso alcance. As metas de interconexões estão atrasadas, precisam de um forcing político. Apelo a que, sem perder de vista as metas, nos foquemos no processo e no seu impacto, em garantir energia limpa a preços mais baixos para as empresas e as famílias, em reduzir substancialmente a pobreza energética, em apostar em novos modelos de distribuição e armazenamento e em novas tecnologias, como o hidrogénio verde, que permitem envolver todos os setores do Pacto Ecológico e reforçar o mercado único da energia.

 
Última actualização: 3 de Novembro de 2020Aviso legal - Política de privacidade