Perguntas Parlamentares
PDF 8kWORD 19k
27 de Setembro de 2016
O-000117/2016/rev.1
Pergunta com pedido de resposta oral O-000117/2016/rev.1
à Comissão
Artigo 128.º do Regimento
Manfred Weber, Wim van de Camp, José Manuel Fernandes, em nome do Grupo PPE

 Assunto: Um passe Interrail para a Europa aos 18 anos

A mobilidade dos jovens é essencial para promover um sentimento de pertença à Europa, reforçar a coesão social e assegurar uma economia europeia competitiva. Essa mobilidade não está, porém, ainda generalizada, apesar do sucesso do programa Erasmus, do programa Erasmus + e de outros programas conexos.

Entretanto, o populismo e a disseminação de informações erróneas constituem algumas das maiores ameaças que a Europa enfrenta atualmente. Neste contexto, os jovens têm um papel fundamental a desempenhar para contrariar esta tendência e a União Europeia tem de lhes disponibilizar os meios para que possam descobrir quem são os seus vizinhos e quais as oportunidades que outros Estados-Membros têm para oferecer a todos os cidadãos europeus.

A União Europeia já fez grandes investimentos na infraestrutura ferroviária, os quais, em alguns Estados-Membros, representam até 30% do investimento total. Espera-se que os fundos destinados ao sector ferroviário venham a aumentar, passando de 23,4 mil milhões para 29,9 mil milhões de euros no período 2014-2020, fazendo da rede Interrail um exemplo de sucesso europeu para os cidadãos.

Face ao exposto, tenciona a Comissão tomar a iniciativa, em estreita cooperação com as empresas ferroviárias e os Estados-Membros, de lançar um novo programa intitulado «Passe Interrail para a Europa aos 18 anos», com o objetivo de conceder a todos os cidadãos europeus ou com residência legal um passe gratuito ao atingirem os 18 anos, bem como de se debruçar sobre as possibilidades de prever financiamento adequado para este efeito assim que possível, de modo tornar iniciativa plenamente operacional?

Para os Estados-Membros que não fazem parte da rede Interrail (Estónia, Letónia, Lituânia, Chipre e Malta), o programa deverá cobrir os custos de outros meios de transporte utilizados para chegar ao território do Estado-Membro da rede mais próximo, nomeadamente o autocarro ou o ferry. Este programa deverá a todos os jovens, independentemente da sua origem social e das suas habilitações académicas, a oportunidade de descobrirem a diversidade da Europa, e de promover as viagens Interrail como uma forma pragmática de reduzir a pegada de carbono da Europa.

Língua original da pergunta: EN
Aviso legal - Política de privacidade