Pedro MARQUES Pedro MARQUES
Pedro MARQUES

Група на Прогресивния алианс на социалистите и демократите в Европейския парламент

Член

Португалия - Partido Socialista (Португалия)

Роден : , Alcochete

Начална страница Pedro MARQUES

Член

ECON
Комисия по икономически и парични въпроси
REGI
Комисия по регионално развитие
DMAG
Делегация за връзки с държавите от Магреб и Съюза на арабския Магреб, включително съвместните парламентарни комитети ЕС – Мароко, ЕС – Тунис и ЕС – Алжир
D-IN
Делегация за връзки с Индия

Заместник

DMED
Делегация в Парламентарната асамблея на Съюза за Средиземноморието

Последни дейности

Банков съюз – годишен доклад за 2019 г. (A9-0026/2020 - Pedro Marques) PT

19-06-2020
Писмени обяснения на вот

. – A aprovação do relatório anual sobre a União Bancária vem reforçar a ideia de partilha de riscos que assegure estabilidade financeira perante crises no setor bancário com repercussões inaceitáveis nas contas públicas dos Estados.
Com a aprovação deste relatório, o Parlamento Europeu demonstra a sua forte determinação para completar a União Bancária através da completa implementação do Seguro Europeu de Garantia de Depósitos, para proteger os depositantes relativamente a disrupções nos bancos, assegurar a confiança dos depositantes e investidores, e reforçar a estabilidade do euro.
Destaco ainda a importância de salvaguardar o bom funcionamento do mercado interno. Nesta área, a UE pode e deve ir mais longe na questão do branqueamento de capitais. Os recentes escândalos relacionados com o branqueamento de capitais, em larga escala envolvendo instituições financeiras na UE, demonstram que a supervisão prudencial e a supervisão no domínio da luta contra o branqueamento de capitais não podem ser tratadas separadamente e que falta um sistema adequado de supervisão e de execução da legislação da UE.
Considero que este relatório está em linha com as prioridades políticas do Parlamento Europeu e, consequentemente, das instituições. A União Europeia precisa, portanto, de ir mais longe e ter mais ambição na implementação de um sistema bancário mais seguro, mais amigo do financiamento das empresas e da criação de emprego.

Туризмът и транспортът през 2020 г. и след това (RC-B9-0166/2020, B9-0166/2020, B9-0175/2020, B9-0177/2020, B9-0178/2020, B9-0180/2020, B9-0182/2020, B9-0184/2020) PT

19-06-2020
Писмени обяснения на вот

O mundo mudou. Enquanto a crise pandémica não passa, os setores dos transportes e do turismo tentam reinventar-se em prol da sua própria sobrevivência.
A economia europeia passou por momentos duros nos últimos meses, e o setor do turismo não foi exceção. Foi um dos mais devastados pela COVID-19 e, por isso mesmo, é urgente delinear um plano estratégico e sustentável para o setor do turismo na Europa.
Num momento em que os cidadãos anseiam por um regresso à normalidade possível, importa adotar medidas para garantir a confiança e retoma segura das viagens e deslocações para a Europa e dentro da Europa.
Esta resolução apresenta um conjunto de medidas apropriadas que devem ser tomadas para reduzir o risco de contágio, mas também medidas destinadas a incentivar a mobilidade e a proteção dos direitos dos trabalhadores sazonais e dos trabalhadores em situações vulneráveis. Insta, igualmente, a Comissão a disponibilizar apoio financeiro para empresas e PME mais afetadas pelo coronavírus.
Esta crise atual veio reforçar a importância de investir em formas de turismo sustentável, que respeitem o ambiente e o património cultural de forma a garantir a sobrevivência e competitividade do setor a longo prazo.
Por tudo isto, mereceu o meu voto favorável.

Протестите срещу расизма след смъртта на Джордж Флойд (B9-0194/2020, B9-0195/2020, B9-0196/2020, B9-0197/2020) PT

19-06-2020
Писмени обяснения на вот

Há imagens que falam por si e a imagem de um polícia americano a sufocar George Floyd, no dia 25 de maio, foi o suficiente para incendiar, mais uma vez, a sociedade norte-americana.
Os protestos nos EUA contra a morte de George Floyd que se seguiram pareciam estar a milhas de distância da nossa realidade. Mas não. A revolta antirracismo também irrompeu na Europa. Este despertar de solidariedade nascido após o assassinato de George Floyd expandiu-se além-atlântico e surtiu efeitos em vários países europeus.
Reportando-se à União Europeia, manifestantes em massa saíram à rua para exigir o fim do racismo estrutural na Europa. O “I can’t breath” de George Floyd transformou-se num grito de revolta generalizado contra o racismo estrutural não assumido, que perpetua desigualdades e segregação étnico-racial.
As instituições da UE não só podem como devem ir mais longe nas suas recomendações, implementando medidas concretas para combater o racismo sistémico, a discriminação e a sub-representação de grupos minoritários raciais e étnicos nas suas estruturas. Este é o momento. Os dias do racismo estrutural estão a chegar ao fim. O tempo do silêncio acabou.
Esta resolução não podia deixar de merecer o meu voto favorável.

Pedro MARQUES
Pedro MARQUES

В EP NEWSHUB

Entrevista ao @ojeconomico https://t.co/mqkLeWRZ7J 

The #TaxJustice Team @paultang @jonasfernandez @itinagli @AuroreLalucq @profMarekBelka @TheProgressives https://t.co/jvlWqKdWer 

RT @TheProgressives: Together we can bring about fairness and justice into the European tax jungle! 💪 @paultang @AuroreLalucq @jonasfernandez @profMarekBelka @itinagli @PedroMarquesMEP #TaxJustice https://t.co/8PkOd2XN2n 

Обратна връзка

Bruxelles

Strasbourg