Margarida MARQUES Margarida MARQUES
Margarida MARQUES

Groupe de l'Alliance Progressiste des Socialistes et Démocrates au Parlement européen

Membre

Portugal - Partido Socialista (Portugal)

Date de naissance : , Bombarral

Accueil Margarida MARQUES

Vice-présidente

BUDG
Commission des budgets

Membre

INTA
Commission du commerce international
D-CN
Délégation pour les relations avec la République populaire de Chine
DMED
Délégation à l'Assemblée parlementaire de l'Union pour la Méditerranée

Membre suppléante

ECON
Commission des affaires économiques et monétaires
DMAG
Délégation pour les relations avec les pays du Maghreb et l’Union du Maghreb arabe, y compris les commissions parlementaires mixtes UE-Maroc, UE-Tunisie et UE-Algérie

Dernières activités

Cohésion économique, sociale et territoriale dans l’UE: 8e rapport sur la cohésion (A9-0210/2022 - Constanze Krehl) PT

15-09-2022
Explications de vote écrites

Votei a favor deste relatório que traz uma visão para o futuro da Política de coesão, uma política de investimento verde, digital e orientada para as pessoas.
O relatório evidencia a necessidade de manter os recursos orçamentais da coesão no próximo quadro financeiro, pelo menos ao mesmo nível do período financeiro de 2021-2027.
A flexibilidade da política de coesão não deve ser utilizada de forma abusiva e não deve tornar-se uma fonte de financiamento flexível para insuficiências orçamentais, nem um mecanismo de resposta a crises, mas sim um instrumento de longo prazo para preparar as regiões da UE para o futuro.
No momento em que a emergência climática é um dos maiores desafios que a UE enfrenta, o Parlamento pediu à Comissão que ajude as regiões nesta grande transição, fornecendo um novo fundo de transição justa disponível para todas as regiões, um fundo que ajudará as regiões e a União a alcançar a neutralidade climática o mais rápido possível.

Régions frontalières de l’UE: des laboratoires vivants de l’intégration européenne (A9-0222/2022 - Younous Omarjee) PT

15-09-2022
Explications de vote écrites

Voto favorável. As regiões transfronteiriças da UE são muitas vezes referidas pela necessidade de colmatar os seus constrangimentos históricos, culturais, geográficos, económicos e sociais. Mas estas regiões devem ser vistas nas politicas europeias - e também em períodos de crise como a COVID ou o conflito da Ucrânia - como regiões de oportunidade, de cooperação e de laboratórios para a aplicação de politicas que promovam uma verdadeira coesão territorial e económica europeia com o aproveitamento pleno do mercado interno e de um espaço comum de direitos, liberdades e movimento.

Conséquences de la sécheresse, des incendies et d’autres phénomènes météorologiques extrêmes: intensifier les efforts de l’Union pour lutter contre le changement climatique (RC-B9-0384/2022, B9-0384/2022, B9-0391/2022, B9-0393/2022, B9-0403/2022, B9-0404/2022, B9-0405/2022) PT

15-09-2022
Explications de vote écrites

Voto favorável. Apesar da atual crise energética, a UE deve manter o seu papel de liderança mundial no combate às alterações climáticas e os recentes fenómenos meteorológicos extremos como os fogos e seca em diversos EM só provam que esta ambição deve ser reforçada e acelerada. A maior vulnerabilidade dos países mediterrâneos a estes fenómenos naturais, obriga também à criação de mecanismos e recursos europeus destinados à prevenção e combate, e apoio a todos os setores económicos e sociais afetados de forma a preservar a coesão territorial europeia.

Contact

Bruxelles

Parlement européen
Bât. ALTIERO SPINELLI
13G101
60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
B-1047 Bruxelles/Brussel
Strasbourg

Parlement européen
Bât. LOUISE WEISS
T07073
1, avenue du Président Robert Schuman
CS 91024
F-67070 Strasbourg Cedex