João PIMENTA LOPES
João PIMENTA LOPES

Linkse Fractie in het Europees Parlement - GUE/NGL

Lid

Portugal - Partido Comunista Português (Portugal)

Geboortedatum : , Campo Grande

Home João PIMENTA LOPES

Lid

TRAN
Commissie vervoer en toerisme
PECH
Commissie visserij
DPAL
Delegatie voor de betrekkingen met Palestina
DCAS
Delegatie in de parlementaire samenwerkingscommissies EU-Kazachstan, EU-Kirgizië, EU-Oezbekistan en EU-Tadzjikistan, en voor de betrekkingen met Turkmenistan en Mongolië
DACP
Delegatie in de Paritaire Parlementaire Vergadering OACPS-EU
DCAB
Delegatie in de Parlementaire Vergadering Caribisch gebied-EU

Plaatsvervanger

ENVI
Commissie milieubeheer, volksgezondheid en voedselveiligheid
AFCO
Commissie constitutionele zaken
SANT
Subcommissie volksgezondheid

Laatste activiteiten

Machtiging van de Franse Republiek om te onderhandelen over een internationale overeenkomst inzake de veiligheids- en interoperabiliteitseisen op de vaste kanaalverbinding en deze te ondertekenen en te sluiten (A9-0018/2024 - Petar Vitanov) PT

07-02-2024
Schriftelijke stemverklaringen

Esta proposta vem na sequência da alteração à legislação da UE que define as regras, os conceitos e as instituições aptas a garantir a segurança ferroviária no túnel do Canal da Mancha, na sequência da saída do Reino Unido da UE, habilitando a França a negociar em nome da UE a forma como a Autoridade de Segurança responsável por essa infraestrutura irá operar.
No decorrer do processo de negociação em curso, a França solicitou o alargamento de competências, para possibilitar incluir a Irlanda nessas negociações.
Reconhecendo que a saída do Reino Unido da UE provocou uma alteração do quadro de gestão do túnel do Canal da Mancha e que tal facto altera o tipo de interação entre esse país e a França, entendemos ser esta uma questão de soberania, não justificando a formalização de uma autorização ou permissão por parte da UE relativamente a um seu Estado-Membro, para gerir uma infraestrutura sobre a qual é soberano.

Amendementen op de richtlijn beheerders van alternatieve beleggingsinstellingen (de abi-beheerdersrichtlijn) en op de richtlijn betreffende instellingen voor collectieve belegging in effecten (icbe-richtlijn) (A9-0020/2023 - Isabel Benjumea Benjumea) PT

07-02-2024
Schriftelijke stemverklaringen

Este relatório pretende alterar as Diretivas 20211/61/UE e 2009/65/CE sobre acordos de delegação,gestão do risco de liquidez, comunicação de informações para fins de supervisão, prestação de serviços de depositário e de custódia, e concessão de empréstimos por fundos de investimento alternativos (FIA). Estes fundos actuam à parte do sistema de crédito tradicional, com requerimentos e supervisão menores, podendo de criar empréstimos. Incidindo sobre fundos de gestão colectiva, a proposta define que os FIA que originem empréstimos devem ter uma estrutura de tipo fechado, com breves excepções. A proposta deixa espaço a uma alavancagem excessiva para os FIA, 300% para os de estrutura de tipo fechado e 175% para os de tipo aberto. Estes limites não tranquilizam as possibilidades de risco sistémico num mercado em crescimento acelerado, a reboque da arbitragem regulatória. Mais: adiciona-se um mínimo de retenção de 5% para os empréstimos gerados por FIA’s; limita-se a concentração individual máxima a 20% do capital de um FIA; proíbe-se a gestão de FIA’s com a estratégia “originar para distribuir”; aumentam-se os critérios de informação a passar aos supervisores bancários da UE; criam-se ferramentas de gestão de liquidez. Contudo, deixam-se intocados os riscos financeiros associados a estes fundos e mercados especulativos, que têm contribuído para o crescente endividamento privado. Votámos contra.

Contact

Bruxelles

Parlement européen
Bât. ALTIERO SPINELLI
10G257
60, rue Wiertz / Wiertzstraat 60
B-1047 Bruxelles/Brussel
Strasbourg

Parlement européen
Bât. SALVADOR DE MADARIAGA
G00039
1, avenue du Président Robert Schuman
CS 91024
F-67070 Strasbourg Cedex