Preencha este campo
José Manuel FERNANDES José Manuel FERNANDES
José Manuel FERNANDES

Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos)

Membro

Portugal - Partido Social Democrata (Portugal)

Data de nascimento : , Vila Verde

Página inicial José Manuel FERNANDES

Presidente

D-BR
Delegação para as relações com a República Federativa do Brasil

Membro

CPDE
Conferência dos Presidentes das Delegações
BUDG
Comissão dos Orçamentos
CONT
Comissão do Controlo Orçamental
DMER
Delegação para as relações com o Mercosul
DLAT
Delegação à Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana

Membro suplente

EMPL
Comissão do Emprego e dos Assuntos Sociais
DMAG
Delegação para as Relações com os Países do Magrebe e a União do Magrebe Árabe, incluindo as Comissões Parlamentares Mistas UE-Marrocos, UE-Tunísia e UE-Argélia
DMED
Delegação à Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo

Últimas atividades

Orçamento geral da União Europeia para o exercício de 2022 - todas as secções (debate)

19-10-2021 P9_CRE-PROV(2021)10-19(2-205-0000)
Contributos para os debates em sessão plenária

PARECER sobre a proposta de decisão do Conselho relativa à celebração do Protocolo de Aplicação (2021-2026) do Acordo de Parceria no Domínio da Pesca entre a República Gabonesa e a Comunidade Europeia

11-10-2021 BUDG_AD(2021)696278 PE696.278v02-00 BUDG
Pareceres enquanto relator
José Manuel FERNANDES

União Bancária - relatório anual de 2020 (A9-0256/2021 - Danuta Maria Hübner)

07-10-2021
Declarações de voto escritas

A União Bancária enfrentou uma crise sem precedentes no ano passado, mas mostrou-se mais forte e mais resiliente que há uma década atrás. Os pilares da supervisão e da resolução mostraram-se preparados para garantir a estabilidade financeira do setor bancário. E isso foi essencial para que enfrentássemos a crise com maior confiança. Infelizmente, há um terceiro pilar que continua incompleto: o Sistema Europeu de Seguro de Depósitos. Arrastar este processo deixa os depositantes mais ou menos protegidos conforme o país em que têm os seus rendimentos e poupanças, e, portanto, não é justificável.
A propósito das moratórias de créditos, há que referir a importância desta medida com vista a proteger os cidadãos de uma crise inesperada. No entanto, se é verdade que a prioridade é a proteção das famílias e das empresas, não é menos verdade que temos de olhar para a dimensão do crédito malparado, que continua estruturalmente elevado em muitos países.
Uma vez que o relatório aborda estas questões, que considero essenciais, votei favoravelmente.

José Manuel FERNANDES
José Manuel FERNANDES

No NEWSHUB do PE

WORKSHOP ✅The EU borrowing strategy for Next Generation EU: design, challenges and opportunities ▶️Tomorrow 27.10.2021 - 13:45-15:45 PAUL-HENRI SPAAK BUILDING – ROOM 3C50 Chair: Johan Van Overtveldt Co-Rapporteurs: @ValerieHayer @JMFernandesEU @EU_Budget @psdparleuropeu https://t.co/s1GMnXOFlD 

Contacto

Bruxelles

Strasbourg