Please fill this field
Paulo RANGEL Paulo RANGEL
Paulo RANGEL

Grupo do Partido Popular Europeu (Democratas-Cristãos)

Vice-Presidente

Portugal - Partido Social Democrata (Portugal)

Data de nascimento : ,

Página inicial Paulo RANGEL

Membro

LIBE
Comissão das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos
AFCO
Comissão dos Assuntos Constitucionais
D-ME
Delegação à Comissão Parlamentar de Estabilização e Associação UE-Montenegro

Membro suplente

AFET
Comissão dos Assuntos Externos
D-IN
Delegação para as Relações com a Índia

Últimas atividades

PARECER sobre a aplicação do mandado de detenção europeu e dos processos de entrega entre os Estados-Membros

14-10-2020 AFCO_AD(2020)648270 PE648.270v02-00 AFCO
Pareceres enquanto relator
Paulo RANGEL

Aplicação das regras de segurança e de interoperabilidade ferroviárias no canal da Mancha (C9-0212/2020)

08-10-2020
Declarações de voto escritas

O Parlamento pronuncia-se sobre uma proposta de alteração da Directiva (UE)2016/798 que visa garantir o funcionamento seguro e eficiente da ligação fixa do Canal da Mancha após o termo do período de transição previsto no Acordo de saída do Reino Unido. Concretamente, a proposta visa permitir que um organismo capacitado por um Estado-membro (França) e um país terceiro (RU) com funções de segurança e interoperabilidade ferroviárias, através de um acordo internacional celebrado/autorizado pela UE, possa ser considerado uma autoridade nacional de segurança nos termos da Directiva, de modo a que, findo o período de transição, o direito da União não deixe de ser aplicável à parte da ligação fixa do canal da Mancha sob a jurisdição do RU. Ademais, prevê-se que, sempre que necessário por razões de segurança rodoviária, o Estado-membro aplique sem demora o direito conferido pelo acordo celebrado com o país terceiro, segundo o qual a autoridade nacional de segurança tem o direito de assumir a competência exclusiva para a parte da infraestrutura ferroviária situada nesse Estado-membro. Finalmente, estabelece-se a competência do TJUE para decidir sobre questões de interpretação do Direito da União quando estas forem suscitadas em litígios entre o Estado-membro e o país terceiro nestes domínios.

Decisão que habilita a França a celebrar um acordo internacional sobre o túnel do Canal da Mancha (C9-0211/2020)

08-10-2020
Declarações de voto escritas

O Parlamento pronuncia-se sobre a proposta de decisão que habilita a França a negociar um acordo complementar ao seu tratado bilateral em vigor com o RU relativamente à construção/exploração por concessionários privados de uma ligação fixa do canal da Mancha. Tal acordo será relativo à aplicação das regras de segurança/interoperabilidade ferroviárias numa situação transfronteiriça, afectando um domínio que é abrangido pelo Direito da União (Regulamento (UE)2016/796, Directivas (UE)2016/797 e (UE)2016/798); por se tratar de uma competência externa exclusiva da União, esta decisão de habilitação de poderes afigura-se necessária para que a França possa celebrar o acordo internacional que permitirá a manutenção, após o termo do período de transição previsto no Acordo de saída do Reino Unido, de um regime de segurança uniforme para a ligação fixa do Canal da Mancha, que não é mais do que uma obra de arte única e complexa, situada parcialmente no território de um Estado-membro e parcialmente no território de um país terceiro. Em particular, o acordo reconhece que a autoridade de segurança responsável por toda a infraestrutura deverá aplicar o Direito da União em toda a ligação fixa do Canal da Mancha, e estabelece a competência do TJUE para decidir prejudicialmente sobre questões interpretativas.

Paulo RANGEL
Paulo RANGEL

No NEWSHUB do PE

Artigo de opinião no @Publico | 𝗨𝗺 𝗚𝗼𝘃𝗲𝗿𝗻𝗼 𝗱𝗲𝘀𝗼𝗿𝗶𝗲𝗻𝘁𝗮𝗱𝗼, 𝗾𝘂𝗲 𝗷𝗮́ 𝗻𝗮̃𝗼 𝘀𝗮𝗯𝗲 𝗼 𝗾𝘂𝗲 𝗳𝗮𝘇𝗲𝗿 https://t.co/PR8qMBfzj9 

📰É já evidente que o Governo está perdido, está desorientado, não sabe como actuar. @antoniocostapm e o Governo já não conseguem disfarçar a falta de foco, de rumo e de liderança. No @Publico➡️ https://t.co/cpFPpx8bon  @ppdpsd #PSD https://t.co/w0dyijP5cM 

Artigo de opinião no @Publico | 𝗨𝗺 𝗚𝗼𝘃𝗲𝗿𝗻𝗼 𝗱𝗲𝘀𝗼𝗿𝗶𝗲𝗻𝘁𝗮𝗱𝗼, 𝗾𝘂𝗲 𝗷𝗮́ 𝗻𝗮̃𝗼 𝘀𝗮𝗯𝗲 𝗼 𝗾𝘂𝗲 𝗳𝗮𝘇𝗲𝗿 https://t.co/PR8qMBfzj9 

Contacto

Bruxelles

Strasbourg