Lídia PEREIRA Lídia PEREIRA
Lídia PEREIRA

Grupul Partidului Popular European (Creștin Democrat)

Membră

Portugalia - Partido Social Democrata (Portugalia)

Data nașterii : , Se Nova

Prima pagină Lídia PEREIRA

Membră

ECON
Comisia pentru afaceri economice și monetare
D-CN
Delegația pentru relațiile cu Republica Populară Chineză

Membru supleant

ENVI
Comisia pentru mediu, sănătate publică și siguranță alimentară
D-US
Delegația pentru relațiile cu Statele Unite

Activități recente

Uniunea bancară - raport anual 2019 (A9-0026/2020 - Pedro Marques) PT

19-06-2020
Explicații scrise ale votului

A União Económica e Monetária é uma realidade incompleta sem uma plena União Bancária. Precisamos completar a União Bancária para valorizar o euro, reforçar o papel internacional da moeda única e promover o crescimento económico, através de investimento cada vez mais responsável do ponto de vista social e ambiental.
Acompanho o entendimento de que uma União Bancária completa exige, igualmente, uma verdadeira União dos Mercados de Capitais. A afirmação simultânea destas duas dimensões é fundamental para a promoção do investimento privado, para a transição digital e ambiental dos agentes económicos e para a garantia de um mercado mais dinâmico e competitivo.
Em matéria de supervisão, destaco as preocupações com a necessidade de uma maior comunicação e cooperação entre autoridades para fazer face aos novos desafios, sobretudo os que se relacionam com as tecnologias financeiras. Destaco, em particular, a dimensão do combate ao branqueamento de capitais e a necessidade de tratar esta temática em paralelo com as questões de supervisão prudencial.
Em matéria de resolução, concordo com a necessidade de maior harmonização das regras.
Destaco a particular relevância de aprovar um Sistema Europeu de Seguro de Depósitos, como terceiro pilar da União Bancária.

Cooperarea administrativă în domeniul impozitării: amânarea anumitor termene ca urmare a pandemiei de COVID-19 (C9-0134/2020) PT

19-06-2020
Explicații scrise ale votului

As Diretivas de Cooperação Administrativa (DAC) são importantes instrumentos de promoção do trabalho conjunto das autoridades fiscais dos Estados-Membros e de afirmação de obrigações importantes dos agentes económicos e das empresas. Os objetivos das DAC e, em particular, da DAC6 são cumpridos de forma bem sucedida, na medida da eficiência da troca e informação entre administrações e operadores. As obrigações estatuídas por estas diretivas são importantes instrumentos para o combate a práticas de fraude, evasão e elisão fiscais, bem como outro tipo de criminalidade financeira. Contribuem para sistemas fiscais mais preparados para a identificação da matéria tributável e para a liquidação dos impostos devidos. Espero que a aplicação plena das regras, à medida que entram em vigor, contribuam para o reforço deste esforço conjunto dos Estados-Membros. Aliás, a crise económica que enfrentamos determina que utilizemos todos os instrumentos ao nosso dispor para garantir a tributação justa e equitativa que ajude as finanças públicas.
Estas alterações pontuais, concretas e transitórias nos prazos de aplicação de algumas regras da DAC visa retirar um elevado nível de pressão sobre administrações fiscais e empresas, de forma a enfrentarem, de forma mais focada, a crise pandémica. Espero que a normalidade regresse logo após o surto.

Lídia PEREIRA
Lídia PEREIRA

Pe site-ul NEWSHUB al PE

Many thanks to @AChryssogelos , @daniInnerarity and @MaduroPoiares for joining us in @YouthEPP Summer Sessions!!! https://t.co/cFtIPwaZtm 

Good luck @trzaskowski_ !!! https://t.co/YgP5CzZmzs 

RT @YouthEPP: ❗️Today, we are ready to kick start #YEPPSummerSessions 1st panel titled “Demo(n)cracy, threats to our future”. Don’t forget to tune in at 19:00 CEST via Zoom! And for those who did not register, this session will be live streamed on our Facebook page! 🤝 https://t.co/RzEwDRRIfX 

Contact

Bruxelles

Strasbourg