José GUSMÃO José GUSMÃO
José GUSMÃO

Grupul Stângii din Parlamentul European - GUE/NGL

Membru

Portugalia - Bloco de Esquerda (Portugalia)

Data nașterii : , Lisboa

Prima pagină José GUSMÃO

Vicepreședinte

ECON
Comisia pentru afaceri economice și monetare

Membru

D-US
Delegația pentru relațiile cu Statele Unite

Membru supleant

EMPL
Comisia pentru ocuparea forței de muncă și afaceri sociale
FISC
Subcomisia pentru chestiuni fiscale

Activități recente

Piețele instrumentelor financiare (A9-0208/2020 - Markus Ferber) PT

10-02-2021
Explicații scrise ale votului

Esta proposta tem como objetivo emendar a Diretiva “Markets in Financial Instruments” (conhecida publicamente como MiFID – Markets in Financial Instruments Directive), que constituiu uma das componentes da regulação financeira após a última crise financeira. A proposta da Comissão Europeia visa relaxar medidas de regulação que foram adotadas para combater a especulação com produtos alimentares, com a justificação de que o impacto da crise provocada pela COVID-19 requer uma diminuição do peso da regulação sobre as empresas, de forma a não prejudicar a sua atividade. No entanto, propõem-se estas alterações sem uma avaliação de impacto e sem esperar pela revisão das regras que ocorrerá no próximo ano. Opomo-nos claramente à justificação apresentada e à tentativa de aproveitar a pandemia para promover a desregulação do sistema financeiro, com os resultados que ficaram claros na última crise. Votámos contra.

Prospectul UE pentru redresare și ajustările specifice pentru intermediarii financiari în scopul susținerii redresării în urma pandemiei de COVID-19 (A9-0228/2020 - Ondřej Kovařík) PT

10-02-2021
Explicații scrise ale votului

A Comissão Europeia avançou com uma proposta de alteração ao regulamento europeu sobre os prospectos financeiros, isto é, os documentos que as empresas financeiras são obrigadas a fornecer a quem adquire produtos financeiros. A proposta da Comissão visava estabelecer um prazo no qual as empresas passariam a ter de apresentar apenas uma versão reduzida do documento (Prospecto de Recuperação), sob o pretexto do impacto da pandemia e dos custos associados à recolha, tratamento e divulgação dos dados pelas empresas. Esta proposta constitui um recuo do ponto de vista da proteção dos consumidores, já que as empresas passam a deixar de ter de apresentar um conjunto de informações que até agora eram exigidas por lei. Trata-se, por isso, de mais uma proposta de desregulação financeira, na linha de outras que a Comissão tem apresentado desde que começou a pandemia. Recusamos que a crise seja aproveitada como pretexto para medidas de desregulação que não contribuem para a recuperação económica, mas sim para a possibilidade de novos casos de logro dos consumidores como aqueles a que assistimos no passado (ex: lesados do BES). Por isso, votámos contra.

José GUSMÃO
José GUSMÃO

Pe site-ul NEWSHUB al PE

Há 1 ano a OMS criou mecanismo de partilha de tecnologia, usado por cientistas e ignorado pelas farmacêuticas. Com os resultados à vista, exige agora com todas as letras a única medida capaz de nos libertar da ganância que atrasa a cura: quebra de patentes https://t.co/3mJkMcEOz2 

Há 1 ano a OMS criou mecanismo de partilha tecnologia, usado por cientistas e ignorado pelas farmacêuticas. Com os resultados à vista, exige agora com todas as letras a única medida capaz de nos libertar da ganância que atrasa a cura: quebra de patentes https://t.co/EJjsLg3SHI 

A este respeito, subscrevi esta petição, de enorme pertinência e sensatez. https://t.co/kaFlHFs01R 

Contact

Bruxelles

Strasbourg