Sandra PEREIRA Sandra PEREIRA
Sandra PEREIRA

Gruppen Europeiska enade vänstern/Nordisk grön vänster

Ledamot

Portugal - Partido Comunista Português (Portugal)

Född : , Alvoco da Serra

Hem Sandra PEREIRA

Vice ordförande

EMPL
Utskottet för sysselsättning och sociala frågor
DLAT
Delegationen till den parlamentariska församlingen EU-Latinamerika

Ledamot

FEMM
Utskottet för kvinnors rättigheter och jämställdhet mellan kvinnor och män

Suppleant

ITRE
Utskottet för industrifrågor, forskning och energi
DMER
Delegationen för förbindelserna med Mercosur

Senaste aktiviteter

OPINION on the proposal for a regulation of the European Parliament and of the Council on the establishment of the Reform Support Programme EN

27-05-2020 EMPL_AD(2020)645062 PE645.062v02-00 EMPL
Yttranden i egenskap av skuggföredragande
Dragoș PÎSLARU

Ny flerårig budgetram, egna medel och återhämtningsplan PT

15-05-2020
Skriftliga förklaringar

. – Este resolução pede um reforço do orçamento da União Europeia, mas sem o quantificar, deixando à mercê da Comissão Europeia. Refere que este orçamento deve estar alinhado com a “agenda política e as ambições da UE”, numa lógica que menoriza a coesão em favor das “novas prioridades”, onde se inclui o militarismo. Defende-se também um plano de recuperação, mas parte deste será com base em empréstimos, ou seja, mais endividamento. Apresentámos alterações que indicavam o caminho necessário, que tem de passar necessariamente pela remoção de constrangimentos como o pacto de estabilidade e a “governação económica”; pela renegociação das dívidas soberanas (prazos, juros e montantes), libertando recursos para o investimento público; pelo substancial reforço do orçamento da UE, flexibilizando o uso das verbas, reforçando a sua função redistributiva e promovendo uma efetiva convergência no progresso económico e social. Votámos contra.

Makroekonomiskt stöd till utvidgnings- och grannskapsländer med anledning av den kris som uppstått till följd av covid-19-pandemin PT

15-05-2020
Skriftliga förklaringar

A Comissão Europeia apresenta uma assistência macrofinanceira (AMF), num montante total de 3 mil milhões de euros, para apoiar dez países no contexto dos impactos do surto de COVID-19. O montante da AMF parte de uma estimativa preliminar das necessidades de financiamento e tem em conta a capacidade de autofinanciamento com recursos próprios dos países, designadamente as reservas de divisas de que dispõem, a par, entre outros aspectos, da mobilização de outros instrumentos de financiamento externo.
Esta assistência assumirá a forma de empréstimos a médio prazo. Tipicamente, a AMF exige o cumprimento de condições enunciadas em memorandos de entendimento. Esta condicionalidade, sendo específica por país, reflecte frequentemente as imposições e orientações de cariz neoliberal da UE, em nome da “estabilidade macroeconómica”, do “reforço da governação económica” e da “criação de condições favoráveis ao relançamento de um crescimento sustentável”, o que rejeitamos. Um dos países destinatários da AMF é a Ucrânia - país onde ocorreu um golpe de Estado patrocinado pelos EUA e pela UE, envolvendo forças de cariz fascista, que tomaram o poder e iniciaram um caminho de ataque a direitos e liberdades, com a conivência da UE - e também o Kosovo, resultado da secessão da Jugoslávia e depois da Sérvia, patrocinadas pela Alemanha, violando o direito internacional.

Sandra PEREIRA
Sandra PEREIRA

På Europaparlamentets NEWSHUB

Tribuna pública em Beja que contou com a presença de João Ferreira , deputado do PCP no Parlamento Europeu. #NemUmDireitoAMenos #PCP #GUENGL https://t.co/2ensR7Sk26 

Sandra Pereira, deputada do PCP no Parlamento Europeu em S. Romão, Seia, em contacto com produtores de leite e de queijo 🔎 https://t.co/wVSg6I1vVH  https://t.co/mM0Bk9rrrQ 

Sandra Pereira, deputada do PCP no Parlamento Europeu, esteve numa acção de contacto com produtores vitivinícolas em Malta, Pinhel, e com a direcção da Adega Cooperativa de Pinhel. https://t.co/21bu0Rm2G9 

Kontakt

Bruxelles

Strasbourg