Destaques da plenária 
 

Prémio de Cinema Lux 2019: vencedor anunciado em 27 de novembro 

O presidente do PE, David Sassoli, vai entregar o Prémio Lux 2019 na quarta-feira, às 13h00, numa cerimónia em que estarão presentes os realizadores dos três filmes finalistas.

Os três filmes finalistas são “Cold Case Hammarskjöld” (Dinamarca, Noruega, Suécia e Bélgica), de Mads Brügger, “God Exists, Her Name Is Petrunya” (Macedónia do Norte, Bélgica, Eslovénia, Croácia e França), de Teona Mitevska, e “The Realm” (Espanha e França), de Rodrigo Sorogoyen.

O Parlamento Europeu financia a legendagem dos filmes finalistas do Prémio Lux nas 24 línguas oficiais da UE. O filme vencedor, que será escolhido pelos eurodeputados, é também adaptado para as pessoas com incapacidades visuais ou auditivas.

Os realizadores dos três filmes finalistas, uma das vice-presidentes do Parlamento Europeu, Klára Dobrev, e a presidente da comissão parlamentar da Cultura, Sabine Verheyen, vão dar uma conferência de imprensa conjunta na quarta-feira, às 15h30.

O Prémio Lux foi criado pelo Parlamento Europeu em 2007 para promover a produção cinematográfica europeia, fomentando a distribuição de filmes europeus e estimulando o debate em torno de temas atuais. Todos os anos, são nomeados três finalistas entre os filmes europeus cujo conteúdo verse a atualidade da integração europeia e temáticas controversas.

O vencedor do ano passado foi o filme “Woman at War”, uma coprodução entre a Islândia, a França e a Ucrânia.

Entre os filmes finalistas do Prémio Lux, Portugal marcou presença, em edições anteriores, com “Belle Tourjours”, de Manoel de Oliveira, e com “Tabu”, de Miguel Gomes.

Entrega do Prémio Lux: 27/11/2019