Destaques da plenária 
 

Parlamento exige medidas para reduzir com urgência o lixo marinho 

Os eurodeputados devem exigir mais restrições aos plásticos de uso único e a utilização de materiais sustentáveis na fabricação de equipamentos de pesca.

Num relatório a ser aprovado quinta-feira, os parlamentares devem sublinhar que o lixo marinho, e em particular o micro e nano plástico, “constitui uma séria ameaça para várias espécies de animais marinhos”, bem como para os pescadores e consumidores. O texto destaca que um consumidor médio de marisco produzido no Mar Mediterrâneo ingere cerca de 11 000 fragmentos de plástico todos os anos. Estima-se que o setor piscatório perca entre 1 e 5% da sua receita devido à poluição marinha.

O Parlamento defende que o setor piscatório deve impulsionar o desenvolvimento da economia circular através da recolha, reciclagem e reutilização, assim como do desenvolvimento de um melhor design para as redes de pesca. Os resíduos das pescas e da aquicultura representam 27% do lixo marinho e apenas 1,5% das redes de pesca são atualmente recicladas, acrescentam os deputados.

Debate: 24.03.2021

Resultado da votação: 25.03.2021

Processo: Relatório de Iniciativa Própria