Apoio à UE atinge máximo em 35 anos (eurobarómetro) 

 
 

Partilhar esta página: 

67% dos europeus consideram que o país beneficiou com o facto de ser membro da União Europeia, o valor mais alto desde 1983 e um aumento de três pontos percentuais desde o outono.

Dois terços dos cidadãos da UE consideram que o seu país beneficiou com o facto de ser membro da UE e 60% dos europeus consideram a pertença à UE como “algo bom” (o melhor valor desde 2007), de acordo com último Eurobarómetro, publicado na quarta-feira, 23 de maio, exatamente um ano antes do início das eleições europeias de 2019.

“As próximas eleições europeias vão ser sem dúvida ser uma batalha, não só entre os partidos tradicionais de direita, esquerda e centro, mas também entre os que acreditam nos benefícios de uma cooperação e integração ao nível da UE e aqueles que querem desfazer o que foi alcançado nos últimos 70 anos”, afirmou o Presidente do Parlamento Europeu ao anunciar os dados do último estudo de opinião. “É por isso essencial continuar a demonstrar aos cidadãos que a UE contribui de muitas formas para o seu bem-estar e a sua proteção”, acrescentou.

Entre outras conclusões o estudo revela ainda que metade dos europeus estão interessados nas eleições europeias e que quase um terço já conhece a data exata das eleições do próximo ano (23 a 26 de maio). Em geral, o processo dos candidatos principais (“Spitzenkandidaten”), em que os partidos políticos europeus apresentam os seus candidatos ao cargo de presidente da Comissão Europeia antes das eleições, é visto como um desenvolvimento positivo na democracia europeia. A maioria dos entrevistados afirma que o processo significa mais transparência mas quer que o processo seja acompanhado de um debate real sobre os assuntos europeus e o futuro da UE.

Quando questionados sobre os temas que gostariam de ver debatidos nas campanhas eleitorais em todo o continente, 49% dos europeus destaca a luta contra o terrorismo como a principal prioridade, seguida do desemprego dos jovens (48%), imigração (45%) e economia e crescimento (42%).

E em Portugal?

Maioria dos portugueses diz que pertença à UE é benéfica para o país.  

Mais de três quartos dos portugueses (78%) consideram que o país beneficiou com o facto de ser membro da União Europeia. A pertença de Portugal ao clube europeu também tida como positiva pela maioria dos cidadãos lusos (65%), acima da média europeia (60%), representando um aumento de cinco pontos em relação à última sondagem de opinião, efetuada em setembro e outubro de 2017.

O combate ao desemprego dos jovens (61% dos inquiridos), a proteção social (52%) e a economia e o crescimento (51%) são os três temas prioritários que os cidadãos portugueses desejam ver discutidos durante a campanha eleitoral das eleições europeias de 2019.

Explore o comunicado de imprensa para mais informação sobre os resultados.