Prémio LUX de Cinema: os finalistas que concorrem ao prémio do Parlamento Europeu  

 
 

Partilhar esta página: 

Os três filmes que concorrem ao Prémio LUX 2019 são: Cold Case Hammarskjöld, The Realm and God Exists, Her Name is Petrunya.

Os três filmes selecionados ao prémio LUX de Cinema  

A lista de finalistas do Prémio LUX de Cinema foi apresentada numa conferência de imprensa realizada em Roma, a 23 de julho. Os três finalistas do Prémio LUX de Cinema 2019 do Parlamento Europeu são:


  • Cold Case Hammarskjöld - de Mads Brügger (uma coprodução da Dinamarca/Noruega/Suécia/Bélgica/Reino Unido/Alemanha)

  • God Exists, Her Name Is Petrunya - por Teona Mitevska (uma coprodução da Macedónia do Norte/Bélgica/Eslovénia/Croácia/França)

  • The Realm - por Rodrigo Sorogoyen (uma coprodução de Espanha/França)

Cold Case Hammarskjöld, pelo realizador dinamarquês Mads Brügger

Já leu teorias de conspiração sobre a morte do Dag Hammarskjöld´s? O Secretário-Geral da ONU sueco morreu num suspeito acidente de avião em 1961 a caminho das negociações de cessar-fogo para resolver um conflito em Katanga, no Congo, no qual estavam em jogo interesses económicos densos. Hammarskjöld era um político progressista que queria impedir que países ocidentais como a Grã-Bretanha e a França restabelecessem a sua influência em África, depois de as colónias terem conquistado a independência. O documentário de construção lenta de Mads Brügger lança luz sobre o mistério. Analisa as velhas reivindicações e gradualmente faz novas e surpreendentes descobertas. Este filme provocativo tem muitos ecos com questões atuais. Aponta o dedo a práticas enganosas na política e é ao mesmo tempo profundamente humano e hilariante. É a terceira vez na história do Prémio LUX que um documentário está entre os três finalistas.


God Exists, Her Name Is Petrunya, por uma realizadora da Macedónia do Norte, Teona Strugar Mitevska

O que acontece quando uma mulher participa numa corrida tradicionalmente reservada a homens e consegue encontrar uma cruz santa que um sacerdote ortodoxo atirou ao rio? Petrunya enfurece os homens e o padre, que atrai a polícia para o caso. Apesar de não ser inicialmente feminista, Petrunya recusa-se a ceder às exigências de devolver a cruz e luta pela igualdade de direitos. "Por que é que não tenho direito a um ano de boa sorte?" diz, referindo-se ao "prémio" para o vencedor do concurso.


The Realm, do diretor espanhol Rodrigo Sorogoyen

Até onde é que alguém vai para manter o poder? Este thriller carregado de adrenalina lida com corrupção política. Conta a história da morte de um político bem-sucedido e seu feudo, que parecia destinado a durar para sempre. Prepare-se para discussões amargas, perseguições de carros e confrontos com a imprensa.



Filmes europeus nos cinemas europeus

O Prémio LUX de Cinema do Parlamento Europeu ajuda os filmes europeus a circularem além das suas fronteiras nacionais e permite melhor competição contra o domínio dos sucessos de bilheteira norte-americanos. É por isso que os três filmes finalistas estão legendados em todas as 24 línguas oficiais da UE. Se não estiverem num cinema perto de si nas próximas semanas, esteja atento aos Dias do Cinema LUX este Outono, com exibição em mais de 50 cidades e em muitos festivais de cinema em toda a Europa.

O filme vencedor será escolhido pelos eurodeputados e o prémio será atribuído a 27 de novembro, durante a sessão plenária de Estrasburgo, na presença dos realizadores.

Prémio LUX de cinema