2021, Ano Europeu do Transporte Ferroviário 

 
 

Partilhar esta página: 

A UE definiu 2021 como o ‘Ano Europeu do Transporte Ferroviário’ para promover o uso dos comboios como modo de transporte seguro e sustentável. Saiba mais.

O Parlamento Europeu aprovou uma proposta da Comissão para designar 2021 como o ‘Ano Europeu do Transporte Ferroviário’, no dia 15 de dezembro, 

A decisão, adotada pelo Conselho a 16 de dezembro, está intrinsecamente associada aos esforços da União Europeia (UE) para promover modos de transporte respeitadores do ambiente e alcançar a neutralidade climática até 2050 no âmbito do Pacto Ecológico Europeu.

Já foram planeadas várias atividades de promoção do transporte ferroviário em toda a UE, com vista a incentivar a sua utilização pelos cidadãos e pelas empresas.


Mobilidade sustentável e segura


O setor dos transportes representa 25% das emissões de gases com efeito de estufa da União Europeia, enquanto o transporte ferroviário é responsável por apenas 0,4% dessas emissões. O setor dos caminhos-de-ferro é, em grande parte, eletrificado, tendo sido o único modo de transporte a reduzir consideravelmente as suas emissões desde 1990. Este setor também pode desempenhar um papel significativo no âmbito do turismo sustentável.

Devido ao registo de um reduzido número de incidentes, o transporte ferroviário também é o modo mais seguro de transporte terrestre: apenas 0,1 mortes por mil milhões de passageiros/km são causadas por acidentes de comboio - contra 0,23 em acidentes de autocarro; 2,7 de carro e 38 por motas (dados de 2011 a 2015). Em 2018, o Parlamento aprovou novas medidas para reforçar os direitos dos passageiros ferroviários.


Os caminhos-de-ferro ligam zonas remotas, assegurando a conetividade interna e transfronteiriça das regiões europeias. No entanto, apenas 7% dos passageiros e 11% das mercadorias viajam de comboio. Infraestruturas obsoletas, modelos de negócio ultrapassados e elevados custos de manutenção são alguns dos obstáculos a ultrapassar para construir um espaço ferroviário europeu unificado.

O setor rodoviário efetua 75% do transporte terrestre de mercadorias: uma parte significativa deste transporte deveria ser transferida para o transporte ferroviário e para as vias navegáveis interiores, de modo a contribuir para a redução das emissões no setor ferroviário enquanto método de transporte mais sustentável. Para tal, são necessários investimentos substanciais e a implementação da Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T).


O transporte ferroviário durante a pandemia de COVID-19

 

A crise da COVID-19 demonstrou que o transporte ferroviário pode garantir o transporte rápido de bens essenciais, como alimentos, medicamentos e combustível em circunstâncias excecionais.

O sector foi duramente atingido pela crise, tendo registado uma diminuição substancial no número de passageiros devido às medidas restritivas das viagens. Ainda assim, terá um papel a desempenhar na recuperação sustentável da pandemia.


Porquê escolher 2021 como Ano Europeu do Transporte Ferroviário?


2021 é um ano crucial para a política ferroviária da UE, uma vez que representa o primeiro ano completo de aplicação das regras do Quarto Pacote Ferroviário. O pacote legislativo visa a criação de um espaço ferroviário europeu plenamente integrado, através da eliminação dos obstáculos institucionais, legais e técnicos remanescentes e de um apoio ao crescimento económico.