Parlamento Europeu presta homenagem às vítimas dos atentados terroristas em Paris 

 
 

Partilhar esta página: 

Os eurodeputados e funcionários do Parlamento Europeu cantaram o hino francês e respeitaram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas dos atentados terroristas em Paris, numa cerimónia em Bruxelas, esta terça-feira, 17 de novembro. “Os ataques em Paris foram um ataque às nossas liberdades, um ataque aos nossos valores e ao nosso estilo de vida, um ataque contra todos nós. Nós europeus mantemo-nos ao lado dos franceses na sua dor”, afirmou o presidente do Parlamento Europeu.

Martin Schulz sublinhou que os atentados não devem alterar a abordagem da UE em relação à crise da migração. “Não nos deixaremos envenenar por estes criminosos. Se começarmos a suspeitar de todos os refugiados sírios, estamos a colocar no mesmo saco as vítimas e os assassinos e seria exatamente o que eles querem”, afirmou. “Mais do que nunca precisamos de ser tolerantes e humanos, vamos lutar para defender o nosso estilo de vida e as nossas sociedades abertas”, acrescentou.


O presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker, a responsável pela política externa da UE Federica Mogherini, e o secretário de estado francês para os assuntos europeus Harlem Désir, também estiveram presentes na cerimónia.