Alterações climáticas na Europa: factos e números 

 
 

Partilhar esta página: 

Efeito da alterações climáticas.  

Descubra os principais factos e números sobre as alterações climáticas na Europa: impactos regionais, principais emissores, redução de gases com efeito de estufa e muito mais.

As alterações climáticas são uma questão global. Mas como afetam a Europa? Os fatos e números debaixo destacam diferentes aspetos desta questão: as causas, as consequências e a evolução.

Os maiores emissores de gases com efeito de estufa da UE


A União Europeia é o terceiro maior emissor de gases com efeito estufa do mundo, depois da China e dos Estados Unidos, e seguida pela Índia, pela Rússia e pelo Japão (2015).


Dentro da UE, os seis principais emissores em 2017 eram a Alemanha, o Reino Unido, a França, Itália, Polónia e Espanha. O setor da energia foi responsável por 80,7% das emissões de gases com efeito de estufa na UE em 2017, enquanto a agricultura foi responsável por 8,72%, a indústria 7,82% e o sector dos resíduos 2,75%.


Mais informação na nossa infografia sobre as emissões de gases com efeito de estufa por país e setor na UE.

A redução das emissões de gases com efeito de estufa na UE


Em 2008, a UE estabeleceu como meta reduzir as emissões gases com efeito de estufa em 20%, em comparação com os níveis de 1990. Está no bom caminho: em 2015, a quantidade de emissões de gases com efeito de estufa na UE diminuiu 22% em comparação com 1990.  


Em 2014, a UE estabeleceu como objetivo de reduzir as emissões destes gases em pelo menos 40% até 2030, em comparação com os níveis de 1990. A Agência Europeia do Ambiente já veio dizer que as reduções previstas em função das medidas da UE em 2017 ficarão aquém do objetivo: estima-se uma diminuição à volta dos 30% em 2030.