O que é a inteligência artificial e como funciona? 

Atualizado: 
 
Criado:   
 

Partilhar esta página: 

Infografia com exemplos do uso quotidiano da inteligência artificial  

A inteligência artificial (IA) é considerada como a "tecnologia que define o futuro". Mas o que é exatamente a IA e de que forma afeta as nossas vidas?

Significado de inteligência artificial


A IA é a capacidade que uma máquina para reproduzir competências semelhantes às humanas como é o caso do raciocínio, a aprendizagem, o planeamento e a criatividade.

A IA permite que os sistemas técnicos percebam o ambiente que os rodeia, lidem com o que percebem e resolvam problemas, agindo no sentido de alcançar um objetivo específico. O computador recebe dados (já preparados ou recolhidos através dos seus próprios sensores, por exemplo, com o uso de uma câmara), processa-os e responde.

Os sistemas de IA são capazes de adaptar o seu comportamento, até certo ponto, através de uma análise dos efeitos das ações anteriores e de um trabalho autónomo.



A importância da Inteligência Artificial


Algumas tecnologias de IA existem há mais de 50 anos, mas o melhor desenvolvimento da capacidade de processamento, a disponibilidade de quantidades elevadas de dados e novos algoritmos permitiram grandes progressos da IA nos últimos anos.

A inteligência artificial é considerada primordial para a transformação digital da sociedade e tornou-se uma prioridade da UE.

Estão previstas futuras aplicações que poderão trazer mudanças enormes, mas a IA já está presente no nosso quotidiano.

Descubra mais factos sobre os desafios e as oportunidades da IA e como o Parlamento Europeu pretende regulamentá-la.

Definição de Inteligência Artificial (CE) 
  • Relativa a software: assistentes virtuais, software de análise de imagem, motores de busca, sistemas de reconhecimento facial e de voz  
  • Incorporada em hardware: robôs, carros autónomos, drones, ou aplicações no âmbito da Internet das Coisas  
© AdobeStock/zapp2photo  

A presença da IA no nosso quotidiano


Estas são algumas das aplicações que, possivelmente, não percebermos que são alimentadas por IA.

Compras e publicidade online


A inteligência artificial é amplamente utilizada para fornecer recomendações personalizadas às pessoas, com base, por exemplo, nas suas pesquisas e compras anteriores ou outro comportamento online. A IA é extremamente importante na área comercial - para otimização de produtos, planeamento de inventários, logística, etc.

Pesquisa na web


Os motores de busca aprendem com a vasta entrada de dados, providenciados pelos seus usuários, para fornecer resultados de pesquisa relevantes.

Assistentes pessoais digitais


Os smartphones usam IA para fornecer um produto o mais relevante e personalizado possível. Os assistentes virtuais que respondem a perguntas, fornecem recomendações e ajudam a organizar rotinas diárias tornaram-se omnipresentes.

Traduções automáticas


O software de tradução linguística, baseado em texto escrito ou falado, confia na inteligência artificial para fornecer e melhorar traduções. O mesmo se aplica a funções como a legendagem automática.

Casas, cidades e infraestruturas inteligentes

Termostatos inteligentes aprendem com o nosso comportamento para economizar energia, enquanto os desenvolvedores de cidades inteligentes pretendem controlar o tráfego para melhorar a conectividade e reduzir os engarrafamentos.

Carros


Enquanto os veículos autónomos ainda não são uma realidade, os carros já usam funções de segurança alimentadas por IA. A UE ajudou, por exemplo, a financiar o VI-DAS - um projeto relativo a sensores automatizados que detetam situações perigosas potenciais e acidentes. A navegação é em grande parte alimentada por IA.

Cibersegurança

Os sistemas de IA podem ajudar a reconhecer e combater os ataques cibernéticos e outras ameaças cibernéticas com base na introdução contínua de dados, no reconhecimento de padrões e no retrocesso dos ataques.

Inteligência artificial contra a COVID-19


No caso da COVID-19, a IA tem sido usada no sistema de controlo térmico em aeroportos e em outros lugares. Na área da medicina, a IA pode ajudar a reconhecer a infeção através das radiografias computadorizadas da tomografia dos pulmões. Também já tem sido usada para fornecer dados para localizar a propagação do vírus.

Combate à desinformação


Certas aplicações de IA podem detetar notícias falsas e desinformação por meio do controlo das informações nas redes sociais, da procura de palavras sensacionalistas ou alarmantes e da identificação das fontes fidedignas.


Outros exemplos do uso de IA

A IA vai transformar praticamente todos os aspetos da vida e da economia. Aqui estão apenas alguns exemplos.

Saúde


Os investigadores estão a pesquisar como podem usar IA para analisar grandes quantidades de dados de saúde e encontrar padrões que podem levar a novas descobertas em medicina e a outras maneiras de melhorar o diagnóstico individual. Por exemplo, os investigadores desenvolveram um programa de IA para atender chamadas de emergência e que promete reconhecer uma paragem cardíaca durante a chamada de uma maneira mais rápida e com maior frequência em comparação com o envio de equipa médica.

Outro exemplo é o KConnect, um projeto cofinanciado pela UE e que se encontra a desenvolver serviços de pesquisa e texto multilingues para auxiliar as pessoas a encontrar as informações médicas disponíveis e mais relevantes.

Transportes


A AI poderia melhorar a segurança, a velocidade e a eficiência do tráfego ferroviário ao minimizar o atrito das rodas, maximizar a velocidade e possibilitar uma condução autónoma.

Produção


A IA pode ajudar os fabricantes europeus a tornarem-se mais eficientes e a trazer as fábricas de volta à Europa através da utilização de robôs na fabricação, da otimização dos caminhos de vendas ou da previsão em tempo real da manutenção e falhas em fábricas inteligentes.

SatisFactory, é um projeto de investigação cofinanciado pela UE, e que usa sistemas de realidade aumentada e colaborativos para acrescer a satisfação no trabalho em fábricas inteligentes.

Alimentação e agricultura


A Inteligência artificial pode ser utilizada na criação de um sistema alimentar sustentável na UE pois permite garantir alimentos mais saudáveis, minimizando a utilização de fertilizantes, pesticidas e irrigação, assim como contribuir para a produtividade e a redução do impacto ambiental. Os robôs poderiam remover ervas daninhas, por exemplo, através da diminuição do uso de herbicidas.

Muitas explorações agrícolas em toda a UE já utilizam a IA para monitorizar o movimento, a temperatura e o consumo de alimentos pelos animais.

Administração pública e serviços

Ao utilizar uma vasta gama de dados e de reconhecimento de padrões, a IA poderá alertar antecipadamente para as catástrofes naturais e permitir uma preparação e atenuação eficientes das consequências.