Viaje com segurança com o certificado digital Covid da UE 

Atualizado: 
 
Criado:   
 

Partilhar esta página: 

Descubra de que forma o novo certificado digital Covid da UE (EUDCC) lhe permitirá viajar em segurança na Europa durante a pandemia.

Como funciona o certificado digital Covid da UE?

O certificado irá mostrar que o seu titular foi vacinado, obteve um resultado negativo no teste ou recuperou da Covid-19 nos últimos 6 meses.


O documento será emitido pelas autoridades nacionais.


As informações serão apresentadas sob a forma de um código QR, que pode ser eletrónico (no smartphone ou tablet) ou impresso e digitalizado, durante a sua viagem.


O certificado digital Covid da UE (EUDCC na sigla em inglês) deverá estar disponível a partir de 1 de julho e será gratuito.


O sistema estará em vigor durante 12 meses.


Abrangerá todos os 27 países da União Europeia (UE), a Islândia e o Liechtenstein. A Noruega e a Suiça estão atualmente em fase de teste deste sistema.

Pode usá-lo para viajar?


Não, ainda precisará de apresentar o seu passaporte ou outra forma de identificação.


Não precisa de ter o certificado para viajar. Nesse caso os requisitos nacionais continuam a ser aplicáveis. Mas o facto de ter o certificado deverá tornar a viagem mais fácil ao, por exemplo, permitir aos seus titulares evitar a obrigação de efetuar um período de quarentena.

No entanto, se surgirem circunstâncias excecionais num Estado-Membro da UE - como o aparecimento súbito e/ou a propagação de uma nova variante de Covid-19, poderão ter de ser introduzidas novas restrições.

Quais elementos fazem parte do certificado digital Covid da UE?

O certificado digital Covid da UE tem um formato e três versões possíveis:

  • o certificado de vacinação
  • o certificado de teste, que indica o resultado, o tipo e a data de um teste NAAT ou de um teste rápido do antigénio efetuado pelo titular
  • o certificado de recuperação, que confirma que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV-2 na sequência de um teste NAAT positivo


O teste de anticorpos não é reconhecido, embora isso possa vir a mudar após o lançamento do novo sistema.

Fazem parte dos testes de comprovação reconhecidos no âmbito do certificado: os testes "NAAT" (tais como os RT-PCR) e os testes rápidos de antigénios.

A Comissão Europeia mobilizará 100 milhões de euros ao abrigo do Instrumento de Apoio de Emergência para adquirir os testes Covid necessários para a obtenção do certificado de ensaio.

O Parlamento Parlamento Europeu deu luz verde ao Certificado Digital Covid da UE a 9 de junho de 2021.  



Mais detalhes sobre as ações da UE para enfrentar a pandemia: