Tráfico de seres humanos: mais de 20 milhões de vitimas no mundo 

Atualizado: 
 
Criado:   
 

Partilhar esta página: 

Tráfico de seres humanos: os números.  

O tráfico de seres humanos continua a ser uma realidade e um crime muito lucrativo no século XXI: estima-se que mais de 20 milhões de pessoas eram vítimas de tráfico para fins de exploração sexual, trabalho forçado e outras atividades em 2012, gerando 117 mil milhões de euros por ano em lucro. Saiba mais sobre a situação atual e o que o Parlamento Europeu tem feito para combater o tráfico, no décimo aniversário do Dia Europeu contra o Tráfico, assinalado a 18 de outubro.

“Há cinco anos a UE fez um enorme progresso com a entrada em vigor da diretiva anti tráfico” afirmou Catherine Bearder, eurodeputada britânica do grupo ALDE e responsável resolução do Parlamento Europeu sobre a prevenção e luta contra o tráfico de seres humanos.

Situação na UE


Os Estados-Membros detetaram 10 998 vítimas de tráfico de seres humanos entre casos registados, identificados e presumíveis, segundo dos dados mais recentes relativos a 2012. 95% das mulheres e das raparigas traficadas são vítimas de exploração sexual; 70% dos homens são vítimas de trabalho forçado. A maioria das vítimas identificadas e dos alegados traficantes são cidadãos da UE.


O Parlamento Europeu contra o tráfico de seres humanos


A UE tem uma diretiva contra o tráfico aprovada em 2011 que abarca a prevenção, o apoio às vítimas e ao julgamento dos infratores. Possui ainda uma estratégia em vigor até 2016 com 40 medidas diferentes contra o tráfico de seres humanos e uma coordenadora europeia para facilitar a sua implementação.

 

Em 2016, o Parlamento Europeu avaliou a legislação europeia atualmente em vigor e emitiu várias recomendações em duas resoluções adotadas em maio e em julho. Os eurodeputados pediram aos Estados-Membros para melhorar a implementação das leis existentes e reforçar o apoio às vítimas.


 “A crise de refugiados torna o tema ainda mais pertinente, e temos que fazer tudo ao nosso alcance para proteger os milhares de menores não acompanhados que estão particularmente vulneráveis a traficantes e desaparecem com muita facilidade”, acrescentou Bearder.


O Dia Europeu contra o Tráfico de Seres Humanos foi lançado inicialmente em 2007 na sequência de uma recomendação do Parlamento Europeu e uma proposta da Comissão.