Partilhar esta página: 

A maioria das comissões do Parlamento Europeu (PE) elegeu no dia 10 de julho os respetivos presidentes e vice-presidentes para os próximos dois anos e meio (metade da legislatura).

Seis eurodeputados portugueses foram eleitos vice-presidentes de comissões do PE:


  • Francisco Guerreiro (Verdes): primeiro vice-presidente da Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, eleito por 38 votos contra seis da candidata do grupo Identidade e Democracia, Maxette Pirbakas;

  • Margarida Marques (Socialistas e Democratas): terceira vice-presidente da Comissão dos Orçamentos, eleita por aclamação;

  • José Gusmão (Esquerda Unitária Europeia): quarto vice-presidente da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, eleito por aclamação;

  • Maria Manuel Leitão Marques (Socialistas e Democratas): quarta vice-presidente da Comissão do Mercado Interno e da Proteção dos Consumidores, eleita por aclamação;

  • Cláudia Monteiro de Aguiar (Partido Popular Europeu): quarta vice-presidente da Comissão das Pescas, eleita por 19 votos contra oito da candidata do grupo Identidade e Democracia, Rosanna Conte;

  • Sandra Pereira (Esquerda Unitária Europeia): segunda vice-presidente da Comissão do Emprego e dos Assuntos Sociais (eleita no dia 18 de julho).

Os nomes dos presidentes e vice-presidentes eleitos em cada comissão parlamentar serão publicados aqui (algumas eleições foram adiadas para reuniões posteriores).

Os vice-presidentes substituem os presidentes quando necessário, podendo presidir às reuniões das comissões parlamentares ou representá-las noutros fóruns.

Os grupos políticos escolhem internamente os respetivos “coordenadores” em cada comissão, que funcionam como os “porta-vozes” e negociadores do grupo nessa comissão. Os seus nomes serão anunciados nas páginas Web de cada grupo político.

As comissões parlamentares emendam as propostas legislativas, aprovando relatórios, propondo alterações para apreciação em sessão plenária e designando equipas para conduzir negociações com o Conselho sobre a legislação da UE. Aprovam também relatórios de iniciativa, organizam audições e examinam a atuação de outros órgãos e instituições da UE.

Na primeira sessão plenária da legislatura, o eurodeputado português Pedro Silva Pereira (S&D) foi eleito vice-presidente do Parlamento Europeu.