7ª legislatura
Conferência dos presidentes de delegações
Delegações
6ª legislatura
Conferência dos Presidentes das Delegações (6.ª leg.)
Delegações Europa (6.ª leg.)
Delegações não Europa (6.ª leg.)
Diversos
Pesquisa de documentos
Delegações anteriores
UE-Croácia

Documentos da sessão plenáriaRSSDocumentos da sessão plenáriaRSS
Vídeos dos debates em plenárioVídeos dos debates em plenário
O PresidenteO Presidente
Secretário-GeralSecretário-Geral
Proximamente nas comissõesProximamente nas comissões
Think TankThink Tank

D-US

Estados Unidos

Estados Unidos

Dados arquivados em 1 de Julho de 2009 e não actualizados.

Documentos de reunião
Apresentação e competências

As origens das relações interparlamentares entre o Parlamento Europeu e o Congresso dos Estados Unidos remontam a 1972, por ocasião da primeira visita de uma delegação do Congresso  americano ao Parlamento Europeu. Estas relações constituem, com efeito, as mais longas e intensas da história do Parlamento Europeu, tanto antes como depois das eleições por sufrágio directo de 1979.
As duas delegações reúnem-se regularmente duas vezes por ano, na Europa e nos Estados Unidos. A reunião na Europa realiza-se habitualmente na capital do país que exerce a Presidência da UE.
Os grupos políticos consideram a Delegação para as Relações com os Estados Unidos como a delegação mais importante do PE, sendo geralmente o maior grupo político que assegura a respectiva presidência. É uma das três delegações parlamentares (juntamente com a do Canadá e a do México) cujos membros têm o privilégio de ser recebidos no Senado americano quando se deslocam a Washington.
A delegação do PE é geralmente recebida pelas mais altas instâncias do Estado: em Setembro de 1974, a delegação foi recebida em Washington pelo Presidente FORD e, anos mais tarde, pelos Vice-Presidentes BUSH, GORE e CHENEY.
Recentemente, por ocasião da 63ª reunião interparlamentar (EUA, Outubro de 2007), a delegação foi recebida em Washington pela Presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e pelo chefe do partido maioritário do Senado, Harry Reid.
As reuniões na UE são igualmente realizadas ao mais alto nível (Presidente McAleese em 2004, em Dublin, e Presidente Fischer em 2006, em Viena, ou o Primeiro-Ministro Ahern em Dublin, em 2004).
Na 50ª reunião interparlamentar de 15 e 16 de Janeiro de 1999, realizada em Estrasburgo, as duas delegações decidiram lançar o Diálogo Transatlântico dos Legisladores (DTL), a resposta oficial do Parlamento Europeu e do Congresso americano ao apelo ao reforço das relações parlamentares da Nova Agenda Transatlântica. O ano 2000 foi marcado pela implementação do DTL e pela organização de uma primeira série de videoconferências que reuniram os legisladores do PE e do Congresso americano para uma troca de pontos de vista aprofundada sobre diversas questões. Posteriormente, as actividades do DTL foram alargadas, passando a incluir "workshops" consagrados a temas de particular interesse, realizados no âmbito das reuniões bianuais, bem como a missão de facilitar as relações directas entre as comissões legislativas do Parlamento Europeu e do Congresso americano.
As actividades no âmbito do DTL inserem-se na esfera de competências do “grupo consultivo” do Conselho Económico Transatlântico criado pela UE e pelos Estados Unidos por ocasião da Cimeira bilateral realizada em Washington em Abril de 2007.