Nazaj na portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

  • bg - български
  • es - español
  • cs - čeština
  • da - dansk
  • de - Deutsch
  • et - eesti keel
  • el - ελληνικά
  • en - English
  • fr - français
  • ga - Gaeilge
  • hr - hrvatski
  • it - italiano
  • lv - latviešu valoda
  • lt - lietuvių kalba
  • hu - magyar
  • mt - Malti
  • nl - Nederlands
  • pl - polski
  • pt - português (izbrano)
  • ro - română
  • sk - slovenčina
  • sl - slovenščina
  • fi - suomi
  • sv - svenska
 Kazalo 
 Celotno besedilo 
Razprave
Sreda, 26. oktober 2005 - Strasbourg Pregledana izdaja

Čas za vprašanja (vprašanja Svetu)
MPphoto
 
 

  Presidente.

Pergunta nº 9 de Sajjad Karim (H-0775/05 )

Assunto: Ordem do dia do Conselho de Associação UE-Israel

Em resposta ao debate sobre a situação no Médio Oriente, que teve lugar no Parlamento Europeu em 7 de Setembro de 2005, Douglas Alexander, intervindo em nome da Presidência britânica do Conselho, repetiu a "clara visão" do Conselho no tocante ao muro de separação em Jerusalém-Leste e, assegurou aos membros que, "Se o Conselho tiver preocupações no que respeita as acções de Israel relativamente aos Direitos humanos, ele comunicará - e comunicou essas preocupações ao Governo israelita." Douglas Alexander explicou também que o Conselho ponderaria, em devida altura, os temas que irá apresentar no Conselho de Associação UE-Israel, agendado para finais deste ano.

Poderá o Conselho descrever em linhas gerais o processo pelo qual é definida a ordem do dia do Conselho de Associação UE-Israel, tendo em conta o sistemático incumprimento, por parte de Israel, do parecer do Tribunal Internacional de Justiça de 9 de Julho de 2004? Poderá o Conselho facultar alguma justificação, expondo o motivo pelo qual não deveria encontrar-se em primeiro lugar da ordem do dia a aplicação do parecer do mais alto Tribunal Internacional, que estabelece obrigações vinculativas para todos os Estados-Membros?

 
Zadnja posodobitev: 15. november 2005Pravno obvestilo