Voltar ao portal Europarl

Choisissez la langue de votre document :

Artigo
 

O que faz um bom eurodeputado?

Eleições 2009 - Instituições - 08-04-2009 - 16:44
Partilhar / Guardar
Período de votação no Parlamento Europeu

Período de votação no Parlamento Europeu

Em ano de eleições e perante a diversidade de culturas e abordagens políticas nos 27 Estados-Membros da UE, decidimos perguntar a eurodeputados de todos os cantos da Europa e diferentes filiações partidárias quais as características de um bom deputado ao Parlamento europeu. Boa capacidade de negociação, valores claros, competências comunicacionais, conhecimentos sólidos sobre a Europa e capacidade de ouvir pontos de vista diferentes foram alguns dos principais atributos mencionados.

"Deve ter um conhecimento muito bom, não só do funcionamento das instituições europeias, mas também da situação geral da Europa, tanto do ponto de vista político como cultural. Também é importante ter abertura mental para negociar com eurodeputados de outros países e grupos políticos", Daniel Bautista, eurodeputado espanhol (PPE-DE).
 
"Um bom eurodeputado tem de saber ouvir e levantar questões, identificar em que medida a Europa pode contribuir para a solução para os problemas, ultrapassar a burocracia de Bruxelas e trabalhar a nível nacional e partidário para conseguir obter resultados. O poder das pessoas pode vencer com o apoio de um bom eurodeputado. Foi assim que alterámos a legislação europeia em matéria de armas, para ajudar a combater o crime, e que conferimos novos poderes aos consumidores reduzindo as tarifas das chamadas efectuadas em roaming e melhorando a segurança dos brinquedos", Arlene McCarthy (PSE).
 
"Um bom eurodeputado é entusiasta, mantém-se muito bem informado sobre os temas importantes e sabe ouvir os pontos de vista diferentes dos seus. Também deve ter valores claros, saber o que pretende e não ter receio de defender a sua posição. Deve ter boas relações com outros eurodeputados e ter muita energia, na medida em que o processo de tomada de decisões na UE pode ser extremamente agitado", Jan Andersson, eurodeputado sueco (PSE).
 
"É necessário ter consciência dos problemas e trabalhar para a sua solução. O Parlamento Europeu representa um mecanismo de resolução de problemas. É necessário muito idealismo para continuar a construir esta Europa. É bom fazer parte deste processo histórico e participar na construção europeia", Paul Rübig, eurodeputado austríaco (PPE-DE).
 
Nas eleições europeias de Junho de 2009 os cidadãos europeus terão, uma vez mais, a possibilidade de ajudar a definir o rumo da política da UE, elegendo os deputados que melhor defendem as suas opções. Utilize o seu voto!
 
 
REF.: 20090403STO53401