Qualificações e provas de ingresso no ensino superior na Europa: uma comparação

15-05-2014

O estudo analisa os sistemas de admissão ao ensino superior em dez países, entre os quais se contam alguns Estados-Membros da União Europeia (França, Alemanha, Itália, Eslovénia, Suécia e Reino Unido), um país candidato (Turquia) e três países que geralmente são usados em comparações à escala internacional (Austrália, Japão e Estados Unidos). A análise dos sistemas de admissão está estruturada nos seguintes três eixos: equidade, qualidade e mobilidade dos estudantes.

O estudo analisa os sistemas de admissão ao ensino superior em dez países, entre os quais se contam alguns Estados-Membros da União Europeia (França, Alemanha, Itália, Eslovénia, Suécia e Reino Unido), um país candidato (Turquia) e três países que geralmente são usados em comparações à escala internacional (Austrália, Japão e Estados Unidos). A análise dos sistemas de admissão está estruturada nos seguintes três eixos: equidade, qualidade e mobilidade dos estudantes.

Autor externo

Cecile Hoareau McGrath, Marie Louise Henham, Anne Corbett, Niccolo Durazzi, Michael Frearson, Barbara Janta, Bregtje W. Kamphuis, Eriko Katashiro, Nina Brankovic, Benoit Guerin, Catriona Manville, Inga Schwartz and Daniel Schweppenstedde